Fissuras Mamilares – Mais comum do que se pensa!

alimento-perfeito-natureza-bebesAs fissuras mamilares estão dentre as principais causas do desmame precoce e, viagra order segundo uma pesquisa realizada na Universidade Federal de São Carlos em 2006, treat 95% das mulheres apresentam traumas mamilares na primeira semana do pós-parto, sendo que 25% já apresentam problemas na primeira mamada.

Para evitar as fissuras, fala-se muito sobre a preparação das mamas, que é um assunto polêmico e tem divergências de opinião entre os profissionais da área. Muitos dizem que não há diferença entre preparar ou não, que não se previne a fissura. Na minha opinião, (como já falamos em outros posts) o corpo tem uma capacidade incrível de adaptação e de resposta à estímulos, logo, a dessensibilização com buchinhas, banhos de sol/luz vão estimular a camada epitelial do mamilo, tornando-a mais resistente.

Vemos a importância das enfermeiras, doulas e equipe para orientar a mãe quanto à amamentação, pois geralmente quando a pega é adequada o mamilo não sofre traumas.

Tratamentos mais conhecidos:

Casca de banana: sempre foi indicada pelas pessoas mais antigas, mas hoje é contra indicada, pois sabemos que há uma quantidade enorme de microorganismos que podem causar infecção.

Sol: Era indicado até alguns anos atrás mas hoje acredita-se que a cicatrização de feridas é mais eficiente se as camadas internas da epiderme se mantiverem úmidas, o sol pode causar seu ressecamento.

Óleos: O uso de óleos a base de ácidos graxos essenciais tem demonstrado eficácia no tratamento. Óleos ricos também em vitamina A e D  têm sido considerados eficientes para o  tratamento dos traumas mamilares, sem a necessidade de ser retirado para a sucção do bebê.

Laser: A aplicação de Laser , que já é utilizado a muito tempo em tratamentos de feridas (como escaras), tem se mostrado muito eficiente em fissuras mamilares, com 3 aplicações a fissura cicatriza sem interrupção da amamentação.

Microcorrente: aplicada com eletrodo que tem o formato de uma caneta com a ponta arredondada as microcorrentes também são eficazes, pois promovem a cicatrização e vascularização local, por serem superficiais e se aplicadas corretamente, nem o Laser nem as microcorrentes afetam a produção de leite, podendo ser usadas com segurança no tratamento de fissuras.

E você? Conte-nos sua experiência, o que já fez para evitar ou curar as fissuras mamilares?

Assuntos Relacionados

12 Comments

  1. Denise
    1 de fevereiro de 2013 at 10:40 - Reply

    Faltou mencionar o leite materno! Eu curei minhas fissuras com leite materno e sol. Só uma vez que saiu muito sangue, usei aquela famosa pomada de lanolina.

    Além disso, para realmente evitar as fissuras fiz questão de aproveitar ao máximo as enfermeiras do hospital, toda vez que ele mamava, eu chamava uma enfermeira para me certificar de que a pega estava correta.

    • Mariana
      1 de fevereiro de 2013 at 11:37 - Reply

      Olá Denise!!! Nossa que falha minha… esqueci de mencionar o leite materno mesmo. É excelente o uso do próprio leite após a amamentação. É o que citei acima né? A equipe é muito importante para auxiliar a mãe, a pega correta faz com que o mamilo seja tracionado de maneira que não vá machucar… Beijão

  2. Gandha Romenski
    1 de fevereiro de 2013 at 12:28 - Reply

    Eu indico a lanolina pura! Pois depois de mil pomadas, leite materno, sol, conchas, reza e tudo mais, hehehe, o que resolveu muito rápido foi a lanolina, na fármacia é muito cara, não pode ser misturada, eu tive a sorte de achar uma amostra em casa, Deus ouviu a minha reza!!

    • Mariana
      1 de fevereiro de 2013 at 12:33 - Reply

      Olá Gandha!!! Muitas mães me contam que tem um resultado muito bom com a lanolina, ainda não foi comprovado e existem controvérsias sobre seu uso. Mas vejo que na prática o resultado é ótimo!!!

  3. Afrina
    1 de fevereiro de 2013 at 13:34 - Reply

    A minha ginecologista me aconselhou esfregar os mamilos com uma esponja meio grossa, só que isso se deve fazer ainda estando grávida e não passar cremes nos mamilos. Fazer todos os dias até o bebê nascer. Assim deixa os mamilos fortalecidos, no meu caso funcionou perfeitamente.

    • Mariana
      1 de fevereiro de 2013 at 16:06 - Reply

      Olá Afrina!!!
      É… eu sou a favor de preparar os mamilos, tem gente que fala que não adianta… mas acho que não custa tentar. A pele fica mais resistente e “aguenta” melhor os estimulos de sucção da mamada.

  4. Marilia
    1 de fevereiro de 2013 at 14:01 - Reply

    Casca de mamão (come o mamão, deixa um pouco de polpa e recorta um pedacinho. Aí coloca no peito, coloca o protetor e o sutiã e pode ir pra rua!). Leite materno no bico e sol da manhã cedo, e sempre que possível, em casa, deixar livre pra tomar um ar e cicatrizar mais rápido! E se doer, aguentem, meninas, porque passa e depois é a maior delícia! Sofri no primeiro e segundo mês, mas amamentei 1 ano e 2 meses curtindo muito depois!

    • Mariana
      1 de fevereiro de 2013 at 16:09 - Reply

      Olá Marilia!!! As frutas não são mais indicadas por causa dos microorganismos, eles podem infectar a ferida ou (mesmo que você limpe antes de amamentar) podem ficar alojados na fissura e ir para o bebê, causando alergias e infecções. Que bom que conseguiu amamentar bastante tempo!!!
      Beijos

      • Thami
        1 de fevereiro de 2013 at 16:44 - Reply

        Vejo depoimentos de meses de espera..eu nao sei se agüentaria.. Tive nas primeiras semanas e a situação só foi piorando.. Em conjunto com esforço da pega correta, Fiz 4 aplicações a laser com a Mariana ( escritora aqui do post) e resolveu meu problema em menos de 1 semana. Sei que existem as outras opções, mas na pratica indico muito o tratamento.. Torna mais rápido o processo bom da amamentação pra que ja ta sofrendo com as fissuras, além de ser bem higiênico.

        • Mariana
          1 de fevereiro de 2013 at 17:09 - Reply

          Olá Thami!!!
          Você sofreu no começo, né? Fico muito feliz que o tratamento tenha ajudado… E mais feliz ainda que o Vinicius está mamando bastante e engordando cada vez mais!!! Beijao

  5. Fissuras mamilares e todas as soluções | Pura Chuva
    5 de agosto de 2015 at 16:37 - Reply

    […] Fissuras Mamilares – Mais comum do que se pensa! […]

    • Maternarum
      14 de setembro de 2015 at 20:10 - Reply

      Verdade… Ainda bem que existem diversos metodos para solucionã-las

Leave A Comment